Envelhecer

idosa1

   Este post surgiu de um comentário sobre um post que uma colega minha e que já colaborou aqui no blog, Rosangela Bittar compartilhou no Facebook sobre os benefícios da Terapia Floral no processo de envelhecimento. Deste comentário surgiu a inspiração para elaborar esse post, que creio eu, seja algo que todos iremos nos debruçar um dia: o processo de envelhecer, como lidar com o mesmo, a morte e como nossa cultura ocidental tão focada no culto da juventude e das emoções efêmeras (geralmente com um grande custo para nossa saúde que repercute numa idade mais avançada, quando o corpo já foi tão agredido com hábitos de vida errôneos, resultando numa velhice sem saúde).

   Na cultura ocidental não somos preparados para envelhecer, para o morrer, que são fatos naturais e inevitáveis da vida. Como resultado da superficialidade e imediatismo, dessa pressa louca em que vivemos, esqueçemos que um dia estaremos nesta situação.

   Há um culto desenfreado pela aparência, em detrimento da essência, da juventude a qualquer custo, com pessoas fazendo dietas loucas, plásticas para se moldarem a uma beleza padrão inalcançável aos mortais comuns. Precisamos nos preparar para o envelhecimento, para a morte, porque eles fazem parte da vida.

  As culturas orientais e indígenas têm uma relação muito mais tranquila com esses aspectos da vida. E por isso ,encaram e lidam com os mesmos com mais naturalidade. Com efeito, nestas culturas citadas, os idosos são respeitados.  Eles representam a sabedoria, a maturidade e são consultados na tomada de decisões da tribo, da sociedade. Precisamos respeitar os idosos, pois um dia, faremos parte deste contingente.Toda fase da vida é rica e sábia em si mesma.

  Estar velho não significa estar condenado à doença, a uma vida infeliz. Esta é uma crença e vem muito da cultura da idolatria do novo, da juventude. E deste modelo de saúde onde há pouco investimento numa medicina preventiva. Não é incomum encontrarmos centenários em tribos indígenas (principalmente as que tiveram menos contato com os homens brancos) e nos países asiáticos, onde há uma consciência da importância do cuidado com a saúde desde a criança até os mais idosos. Nos parques da China, era muito comum as pessoas começaram o seu dia praticando artes marciais, e exercícios de saúde como o Tai Chi Chuan, e Qi Gong. Além disso, a dieta destes povos é menos gordurosa, há o hábito de consumo de chás, prática de meditação, fatores estes que contribuíram em muito para que a população em geral, atingisse a velhice com saúde, lucidez e qualidade de vida. A importação do estilo de vida ocidental face ao grande desenvolvimento da China está fazendo com que o povo deste país esteja se “ocidentalizando”, incorporando hábitos de vida menos saudáveis, aderindo ao fast-food e portanto, adoecendo.

  A juventude é ótima, mas não é tudo. É possível também ter uma velhice de qualidade, podemos fazer por onde e neste contexto, a terapia floral, uma dieta mais saudável, prática moderada de exercícios podem fazer a diferença. Junto com a postura individual de cada pessoa pela responzabilização pela própria saúde. Uma parcela da sociedade só pensa no aqui e agora, não pensa no amanhã e acha que “viver a vida”é encher a cara e comer, ir pra balada. Mas a vida é muito mais. Somos RESPONSÁVEIS pela nossa saúde. Somos o que comemos, bebemos, pensamos e sentimos.Tudo isto está na nossa esfera de poder. Se não de todo, pelo menos em parte. A cada momento fazemos ESCOLHAS e são elas que definem o nosso PRESENTE e, por consequência, o nosso FUTURO. Podemos fazer de tudo, desde que com moderação e respeito ao nosso corpo e mente. Moderação e equilíbrio trazem saúde.

 Agindo com equilíbrio, os efeitos do tempo, que, invariavelmente chegarão a todos nós podem ser minimizados através da administração do estresse e adoção de hábitos de vida saudáveis.

 Podemos fazer a diferença pra melhor na nossa vida e na do mundo que nos rodeia. Na realidade, não há tal separação. Que cuidemos dos nossos idosos, familiares ou não. Pois todos merecemos respeito e AMOR. Abraços.

                                                                     Sérgio Paffer

                                            ©Todos os direitos reservados.

                                         Proibida a reprodução do texto sem autorização

                                         do autor. Permitido o compartilhamento desde que

                                         citada a fonte.

 

..

Anúncios

6 respostas em “Envelhecer

  1. Muito bom texto,chama- nos à Consciência! Também acho que os Orientais nos ensinam muito!
    A dura realidade, é que nos abandonamos. Somos extremos! Muito bom, seria chegar ao meio
    termo!
    Obrigado Sérgio!
    Beijos!

    Curtir

    • Obrigado Lídia.Foi essa descoberta do caminho do meio que levou Buda ao chamado Estado do Nirvana.Buda havia passado anos isolado,sem se alimentar,realizando práticas ascéticas,e,apesar disso,não conseguia chegar à tão buscada iluminação.Pois, quando estava meditando,observou passar na margem de um rio um barco em que um professor de cítara,um instrumento de corda indiano, ensinava ao aluno como afinar o instrumento e dizia: “se apertar demais a corda ela quebra.Se não apertar no tom e na tensão certa, o som não sai direito.” Vendo aquela cena,Buda teve o seu despertar e viu que não era maltratando o seu corpo,isolando-se das demais pessoas que iria atingir a iluminação.
      Descobria assim o Caminho do Meio e procurou dividir com seus discípulos esta mensagem.Podemos aproveitar os prazeres da vida,mas não precisamos fazer dos nossos corpos uma lata de lixo,onde colocamos coisas que nos futuro venham a nos envenenar e a nos adoecer.O corpo é o templo de nossa alma imortal.É responsabilidade de cada um ter zelo e tratá-lo com cuidado,respeitando nossos limites,dando descanso quando necessário.Também é importante darmos movimento ao corpo,pois como dizem os chineses: “o movimento é a mãe da energia”.Se não dermos movimento ao corpo,a energia fica estagnada,bloqueada e isso nos adoece.Se exageramos nos exercícios,sem dar o devido repouso,o corpo também adoece.Mais uma vez,a fórmula de Buda:o caminho do meio.As posições extremistas são muito perigosas,esse caminho do meio é a chave com que cada um pode achar a sua maneira de ficar bem.E cada pessoa,corpo,mente e alma é DIFERENTE.E deve respeitar sua individualidade.Mas uma coisa é certa:a saúde e uma velhice mais saudável depende dos nossos hábitos diários.Achar que só acontece com o outro,que não quer pensar nisso,não vai resolver.Equilíbrio é a chave.E ele é possível.Muito obrigado pela valorosa participação.beijos.
      Sérgio.

      Curtir

  2. Sergio, otima abordagem de um tema que tanto fugimos,precisamos muito amparar nossos idosos, e vivenciarmos com mais alegria nossa evolução para este novo estagio de vida.
    Sonia

    Curtir

    • Muito obrigado pelas palavras sonia. Realmente o tema é atual, pois a população idosa está aumentando, a expectativa de vida está maior,devido a inúmeros fatores.E todos nós,se tivermos o privilégio de envelhecermos,iremos passar por tal momento.Quanto à fuga,não se preocupe,este blog aqui é especialista(rsrs) em abordar os temas de que muitos não querem falar. Por isso abordo os temas pra convidar os leitores ao diálogo, à reflexão.Grato pela sua participação.Abraços.
      Sérgio.

      Curtir

    • Que bom que você gostou do post e do blog.Este blog existe graças a você que me ensinou o caminho das pedras neste universo no qual ainda estou tateando,mas que vamos melhorando a cada dia.Muito obrigado amiga,seu feedback é motivo de grande felicidade e importância para mim.Afinal somos parceiros nesta busca de levar às pessoas à reflexão,a um caminho de mais tolerância e mostrar novas formas delas verem a si mesmas,aos outros e ao Universo do qual todos fazemos parte.Bjoka.
      Sérgio.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s