Reflexões

A Medicina doente

Posted on julho 4, 2011

pessoa deprimida

O site pensamentosfilmados.com.br do qual me considero parceiro, publicou um post sobre depressão entre os médicos a partir de uma reportagem feita pelo Jornal da Record em que uma pesquisa revela que 50% da classe médica apresenta um quadro de depressão,uma parcela é usuária de drogas e os profissionais são relutantes em recorrer a um atendimento médico para se tratar.

Daí me veio a vontade de tecer comentários sobre este post, muito bem feito pela minha amiga e companheira de causa,Ana Maria Saad, que através do excelente site http://www.pensamentosfilmados.com.br procura fazer um trabalho de esclarecimento junto à população não só sobre depressão,mas sobre as doenças mentais em geral, e temas da maior importância para o desenvolvimento humano.

Divido com vocês minha visão diante deste problema tão grave que é o caos na saúde,as condições de trabalho dos médicos e profissionais de saúde e este modelo de Medicina,que está sendo norteado por interesses comerciais em detrimento do seu maior objetivo: proporcionar tratamento digno,humanizado e eficaz para a população.

Link da reportagem:

http://noticias.r7.com/saude/noticias/um-a-cada-dois-medicos-sofre-de-depressao-diz-pesquisa-20110628.html

A Medicina doente.

É preciso rever esse conceito de que a medicina praticada oficialmente tem todas as respostas. É preciso rever esse fardo que os pacientes colocam nos médicos e nas drogas pra que sejam curados. É preciso rever as pessoas que colocamos no poder pra nos representar,pois são elas que desviam os impostos que deveriam ser usados na saúde pública pra uso privado. É preciso questionar esse modelo de medicina atual, a carga de trabalho absurda à qual os médicos e profissionais de saúde são submetidos pra sobreviverem. É preciso a gente se rever. Há alternativas baratas, eficazes que podem prevenir e tratar as doenças, de forma não química, sem efeitos adversos e o melhor: funcionam.

A quem interessa este caos? O que toda esta situação sugere?SEPARAÇÃO, PRECONCEITO, DESORGANIZAÇÃO, DESRESPEITO. A quem serve? Às forças negativas que estão no poder, que querem tirar do ser humano sua dignidade, dilacerar sua alma e mantê-lo cativo de uma visão de vida que o leva a destruir seu corpo, a mantê-lo anestesiado, alienado de si mesmo e de suas potencialidades interiores, que são enormes. MÉDICO NÃO É DEUS. Deus está dentro de cada um de nós para quem acredita, com todo respeito para com os ateus, pois respeito todas as formas de expressão e idéias, procuro viver na tolerância. Quando o profissional responsável para tratar os doentes adoece devido ao seu desempenho profissional algo está muito errado. A medicina vigente está sendo predadora de si mesma. O médico é um ser humano. Apenas está habilitado por um curso superior e um cargo de alta responsabilidade e com uma nobre e importante tarefa cujo alcance tem alto impacto social: tratar as doenças. Mas os próprios médicos não conseguem manter a PRÓPRIA SAÚDE. Estamos todos doentes quando delegamos a outros o poder de escolha e decisão, sendo seres passivos a mercê de uma medicina presa a uma visão restrita e limitada do ser humano, que o vê fragmentado, quando o ser humano é um todo integrado (corpo,mente,espírito ou energia). Visão que vem sendo resgatada com sucesso e efetividade pela Medicina Integrativa e pelas Terapias Integrativas ou Holísticas que procuram atuar nas CAUSAS das patologias e abordam o ser humano com RESPEITO À SUA INDIVIDUALIDADE, DIGNIDADE E ESCOLHA.

Ao contrário do que se pensa, não acho que tenha um número insuficiente de médicos.O que há é um modelo de medicina que está doente, adoecendo inclusive os próprios profissionais.Viu-se na reportagem que há uma índice considerável de médicos usuários de drogas ilícitas, 50% apresenta depressão e um nível absurdo de estresse. Como se pode trabalhar direito tendo uma multidão pra atender, longas jornadas de trabalho, baixa remuneração e possibilidade real de sofrer agressões físicas? Se houvesse uma política de abordagem de Medicina preventiva, o número de pacientes  em espera nos hospitais e postos de saúde diminuiria drasticamente. Há práticas baratas, eficazes e comprovadas no tratamento e prevenção de diversas patologias, sendo algumas delas já adotadas em unidades de saúde como na Unidade de Cuidados Integrais de Saúde Guilherme Abath em Recife/PE, onde qualquer cidadão tem acesso gratuito a práticas integrativas como automassagem, yoga, tai chi chuan, atendimento com terapia bioenergética, homeopatia, etc. NÃO PODEMOS COLOCAR NOS OMBROS DOS MÉDICOS A RESPONSABILIDADE PELA NOSSA SAÚDE. É UM FARDO MUITO PESADO PARA CARREGAR E UMA MENTALIDADE QUE NOS MANTÉM DOENTES. A saúde é um conceito muito amplo como: cuidar de si mesmo, adotar hábitos saudáveis de vida, exercitar o corpo e a mente, e muito disso se faz de graça, mas não tem a divulgação devida pois há interesses comerciais na frente da preocupação com o bem estar da população. É muito mais fácil controlar pessoas doentes, alienadas da sua essência, no lugar de pobres coitadas, dependentes das “pílulas” pra vários fins e que, nem sempre resolvem, às vezes até geram mais problemas. Isto tudo é só a ponta do iceberg. Eu consegui sair da matrix, mas não querem que você saia, mas eu digo: EU ACREDITO EM VOCÊ. Eu acredito que a abordagem da Medicina Integrativa pode resolver esse caos na saúde e nós, enquanto cidadãos,enquanto seres humanos, não podemos fingir que não é problema nosso, pois é sim. Qualquer um pode adoecer, inclusive e até principalmente a classe médica. Pois não sabem cuidar da própria saúde. Acredito que a abordagem, principalmente da Medicina Tradicional Chinesa tem muito a ajudar os médicos, seja através da automassagem, acupuntura, tai chi, qi gong, pois são meios baratos e efetivos pra prevenir e tratar doenças cuja eficácia já é comprovada há MILÊNIOS. Imagine unir a tecnologia da medicina ocidental, cujos ganhos são inconstestáveis, com drogas que transformaram doenças que antes seriam atestados de óbitos em doenças crônicas, como a AIDS, por ex, com a medicina oriental cuja eficácia preventiva é altamente efetiva? O problema tem vários nós porque há muitos interesses envolvidos, e se requer coragem e determinação para enfrentá-los. Mas com boa vontade E VONTADE CONCRETA DE BENEFICIAR A POPULAÇÃO EM PRIMEIRO LUGAR, SEM SE PREOCUPAR COM A INDÚSTRIA DA “SAÚDE” é possível mudar esta situação.Tudo é possível quando a gente quer. Nós criamos a doença social. Vamos criar a cura social. Depende de todos nós. Abraços de luz.

Sérgio Pinheiro Paffer.

©Todos os direitos reservados.É proibida a reprodução total ou parcial deste texto sem a autorização do autor.

Crédito das imagens: Reprodução.

Anúncios

2 respostas em “Reflexões

  1. Meus Parabéns Sérgio! É para mim uma felicidade ter um amigo consciente e que nos abre a mente desse modo. De fato, é uma roda que gira, gira e está cada vez pior! Se as pessoas não tiverem coragem de se manifestar, de entrar nessa causa, tudo piorará.
    Somos atendidos em Postos de Saúde como animais, não há respeito pelo Ser Humano. Se vamos comprar algum remédio e está em falta, os vendedores nos ludibriam para comprarmos um que é parecido, que o efeito é o mesmo. E assim, Psicologicamente vamos ficamos cegos à tudo.
    O que seria de nós se não tivéssemos acesso à outras fontes de cura. Está mais do que na hora de cada vez mais serem divulgadas, para que façamos uso e tirarmos do ombro dos médicos a responsabilidade de nossa cura, vendo- os como um DEUS. Longe disso… eles são Sêres Humanos, que sentem dor, insegurança, medo, como todos nós!
    Muito Obrigado.
    Lidia Lievore
    Abraços.

    Curtir

    • Muito obrigado Lidia.Acredito que a Revolução da Consciência que é o nome que dei ao blog não foi por acaso.Á medida que tomamos consciência de novas ferramentas pra nos tratar e pra beneficiar a população,principalmente,no sentido de que há uma Medicina Preventiva eficaz,de origem milenar e que pode e deve ser integrada à Medicina Ocidental,com suas conquistas tecnológicas,avanços em tratamenos de doenças que antes eram praticamente sentenças de morte,como a AIDS,câncer,etc,transformando as mesmas na condição de doenças crônicas é um momento muito rico e uma grande oportunidade.Integrar,unir,somar.Essas são as palavras que descrevem esse momento que vivenciamos.
      Se os médicos alopatas tiverem uma postura científica,que é adotar o método da observação e experimentação,já pensou quantas pessoas poderão ser beneficiadas pela Medicina Integrativa e Práticas Integrativas?É chegado o momento em que a Medicina,os pacientes,a sociedade vão ter que se questionar se esse modelo médico está sendo eficiente,se está sendo humano…
      Adotar a Medicina Integrativa é,ao meu ver,uma opção URGENTE e NECESSÁRIA.As pessoas estão sendo mal tratadas,aviltadas em sua dignidade e ISSO TEM QUE PARAR.O progresso,a oportunidade de ter um atendimento de saúde de qualidade não pode ser UM PRIVILÉGIO PARA OS RICOS.A MEDICINA,A SAÚDE NÃO PODE SE TORNAR UMA MERCADORIA QUE SÓ PODE USUFRUIR QUEM TIVER DINHEIRO PARA COMPRAR.É preciso democratizar a saúde.E as práticas integrativas permitem isso.Eu é que agradeço a participação generosa e colaborativa.Abraços de luz.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s